terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz Ano Novo !!!!!

270584_Papel-de-Parede-Feliz-Ano-Novo--270584_2048x1536.jpg (400×300)


E juntos brindemos ao Novo Ano!!! Que seja para todos um Ano Feliz, com Saúde, Paz, Amor e a concretização de todos os Sonhos!!!!! Um ano de renovação, um ano de crescimento, um ano de vida vivida no máximo da sua intensidade...um ano de serenidade e alegria!

Bem hajam amigos maravilhosos que por aqui passam e deixam com o vosso carinho o meu coração cativo!!!!



1.gif (446×302)


segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

2013...é mesmo adeus!!!

hqdefault.jpg (480×360)


Queria despedir-me de ti risonha…como quem se despede de um amigo que, partindo, deixa no coração o calor de terna amizade…queria despedir-me de ti à porta, sorrindo enamorada…como quem  se despede do  amor  de uma vida…queria despedir-me de ti segura de ter sido feliz contigo…confiante no que agora vier pela minha experiência em ti…Queria….!Queria muito…mas em boa verdade não posso… pois tenho comigo a certeza  de que fostes um dos piores anos da minha vida…e aqueles com que posso comparar-te trouxeram-me os desgostos a par de enormes, inesperadas e maravilhosas alegrias…por isso acho que posso dizer sem pejo ou sem medo de contigo ser injusta, que terás sido provavelmente o pior…Sim eu sei que estarei porventura mais sábia…mas doeu... que estarei talvez mais forte, mas doeu… que nas muitas batalhas travadas conto muitas vitórias…mas doeu…! Doeram as muitas horas passadas nas salas de espera de hospitais por vezes já sem saber, na confusão do cansaço, em qual e por quem…Doeram as muitas vezes que sorri sem vontade…que acreditei sem ser verdade…que engoli as lágrimas e falei de banalidades…! Doeu ver abalada uma e outra vez a esperança nos olhos dos outros, doeu ver neles o medo e coragem de mãos dadas…doeu…! Doeu sobretudo ver nos mais novos a dúvida…a insegurança…a crescer no peito e a ganhar estatuto de pesadelos na noite…doeu!
Doeu ter-te pedido quando te recebi em festa…tão pouco…uma coisinha só…saúde, que já nessa altura faltava a quem amava, e ser precisamente essa que não trazias contigo…doeu!
 Sim escusas de dizer-me que também tivemos bons momentos…sei-os bem… sei-os de cor...aprendi a vivê-los como se vive o amor …eternos enquanto duram…e celebrei um a um como se não houvesse amanhã….e sim mais  uma vez…tenho orgulho na forma como as dificuldades nos uniram e nas magias que fizemos juntos para te tornar suportável …Foste um ano difícil e diferente…mas muitas vezes conseguimos transformar-te num ano especial…num ano memorável e em alguns momentos conseguimos fazê-lo de forma notável…e por isso ficarás nos nossos corações para sempre não só pelos maus motivos! Mérito nosso…não teu!
Está pois na hora de partires…vais com certeza apesar de tudo deixar saudades… de muitos dias de alegrias roubadas…de brilhinhos cúmplices nos olhos…de amor sentido ao limite…da vida a correr apesar de tudo … feita como sempre de dias insubstituíveis…peripécias inesquecíveis…Mas por agora chega de ti…contenta-te na partida com o nosso acenar sereno…não conseguimos mais…!
Temos força… mas agora vamos guardá-la para avançar e recomeçar no novo ano com o Amor e a Fé que nunca perdemos e a certeza de que enfrentaremos como sempre o que houver que enfrentar…prontos a fazer a nossa parte nesta aventura que é a vida e vivê-la intensamente como é nosso costume…E quem sabe 2014 pode mesmo ser um ano ESPECIAL!!


Bom dia queridos amigos!  Bem hajam!




sábado, 28 de dezembro de 2013

Bom dia com chuva!!!!!

chuva51%5B1%5D.jpg (400×301)

Nada como um dia de chuva para que valorizemos os mais ínfimos espaços aconchegantes...na vida e na alma...Em contagem regressiva para o final do ano, que tal aproveitarmos este fim de semana, pelo menos por aqui convidativo à reflexão e ao balanço, para recordar o muito que a vida nos deu em 2013 e aquilo que fizemos com o que nos foi dado...o que queremos melhorar em nós em 2014 e na atitude perante o que esse novo ano terá reservado para nós...o que serão os nossos começos ou recomeços...as nossas permanências ou as nossas mudanças...Nada como um dia de chuva para a reflexão e viagem ao nosso eu  mais profundo !!!!

Um fim de semana sereno em paz e amor para todos....bem hajam queridos amigos!!!

( E para os muitos amigos que me dão o privilégio de por aqui passar, e se encontram nesta altura sob sol bem quentinho e em pleno verão, lembro que viagens ao nosso eu interior se fazem também debaixo do mais intenso sol...é  uma questão de atitude....Um bem haja especial para quem me acompanha do outro lado do oceano ou do mundo!)




quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Duendes do Natal...forever!!!!





imagens-natal-imagens-4bbdf8.jpg (1000×948)

E  foi….foi um Feliz Natal…como tantos nos desejaram, como tanto nós queríamos e pelo qual tanto labutámos…mas na verdade houve momentos em que foi preciso alguma força para acreditar que era possível…Trabalhei dia 23…habitualmente guardo um dia de férias para por nesta época e conseguir preparar as coisas, já que as faço sozinha…falo da preparação da casa e dos pratos principais, o resto facilito e compro desde que tenho crianças e a minha atenção tem de ser dividida também pelo fantástico mundo deles que ganha ainda mais energia e brilho nestas alturas…Esperava-me pois um dia 24 muito atribulado, com as compras de frescos que tinha de fazer pela manhã (que o maridão costumava fazer e este ano não pôde), algumas ainda atrasadas de presentes (pois….!)…preparar tudo e ir a casa da minha mãe arranjá-la e trazê-la para minha casa, com os  meus irmãos e o meu pai, este último muito pouco convencido desta aventura de a fazer sair pela primeira vez para algo que não fosse uma consulta, nem contasse com a ajuda de uma ambulância…! Mas nós (ela incluída) estávamos decididos e como somos teimosos nada nos demoveria…!
Na tarde de 23, ainda no trabalho, recebo um telefonema de casa…era o maridão a dizer que o cano por debaixo da pia da cozinha tinha rebentado….sem pensar muito mas engolindo umas palavras muito pouco bonitas que não digo nunca, mas conheço…telefonei desesperada para o senhor JM, assim uma espécie de homem dos sete instrumentos e que me arranja tudo o que se estraga, para além de ser muito meu amigo...estava longe, mas prometeu que iria na manhã do dia seguinte (véspera de Natal…really????),ver o que conseguia fazer…Ok tentando manter a calma telefonei ao meu irmão mais novo…grande companheiro de vida…mas mal lhe contei o sucedido…as gargalhadas dele estalaram de tal forma contagiantes que acabámos os dois a rir do caricato da situação «Tão típico…da nossa família» dizia ele  «pois é…acontece sempre qualquer coisa» confirmava eu já a chorar de tanto rir!!!

 E assim, rindo…avançámos para dia 24…Confesso no entanto que não tive vontade de rir quando a visita do senhor JM se revelou infrutífera e percebi que não havia nada a fazer,  que teria de enfrentar a cozinha sem poder usar a pia de lavagem…e menos ainda...quando vencida grande parte dessa batalha, chegou a hora de ir buscar a minha mãe e chovia torrencialmente….! Mas aí já era uma questão de honra e a minha mãe munida da sua imensa vontade, da minha capa vermelha de chuva, de toca preta na cabeça que lhe dava um ar afrancesado, carinha "arranjada" (como sempre...que não deixei por menos) e gola quentinha enviada por uma grande amiga de longe, desceu a escada devagar...degrau a degrau...com o meu irmão e a sua nova bengala e lá fomos a caminho do Natal…!

natal.jpg (300×300)

A essa altura estava já em marcha a Missão duendes do Natal e, logo à porta, fomos recebidos pelos meus filhotes...ele de suspensórios e gravata vermelha (o que ele adora gravatas)…e ela  de enorme laço vermelho prendendo os caracóis e meias da mesma cor a sair dos calcões de veludo…tinham preparado e ensaiado uma canção de receção à família…a P. já todos os anos a fazia sozinha…mas este ano organizaram-se os dois e teve coreografia e tudo… a mesa preparada com todo o cuidado, exclusivamente ao seu gosto, ganhou este ano um colorido muito especial …em cada lugar uma decoração diferente alusiva a quem o iria ocupar, espantou e emocionou todos…Por seu lado o azevinho foi dos maiores sucessos...primeiramente pensado para ser pendurado no candeeiro da sala e apanhar os incautos que por lá passassem e obriga-los a beijar-se, acabou por ser montado numa vara que transportada de um  lado para o outro ao sabor da vontade dos atrevidos duendes se revelou muito mais eficaz…..!!!!!!!! Mas para antes do jantar havia ainda mais surpresas...um concerto, brilhantemente apresentado pelo duende F. que para o efeito desencantou a sua cartola azul brilhante de mágico...em que a P. apresentou algumas músicas ao piano e que finalizou com os dois a cantar uma maravilhosa música de Natal…Nunca antes tínhamos posto meias na chaminé mas este ano os duendes exigiram uma bota enorme de Pai Natal…não…nada tinha a ver com presentes…bem ou se calhar sim …para mim foi um dos melhores presentes….é que os meus duendes escreveram cada um deles para cada um de nós a sua mensagem de Natal que começava por « Gosto de ti porque…»…e olhando para as caras de todos revelando um misto de surpresa, emoção e alegria ….que ainda se intensificaram quando à mesa a P. sugeriu que cada um agradecesse o que achasse importante agradecer este ano….tive a certeza de que mesmo antes de se ter jantado….mesmo antes de se falar ou pensar em abrir qualquer prenda já tínhamos ganho o  Natal…e que de fato  este ano ficaria lembrado na memória da nossa Família como o Ano dos Duendes do Natal….e como que anuindo condescendente aos meus pensamentos...a noite prosseguiu Feliz e em Paz…!

« Mãe…quando crescer vou continuar a ser uma duende de Natal e fazer isto tudo com os meus filhos…» dizia a minha P., já na cama, de grandes olhos a querer fechar-se de cansaço...«Fico muito contente filhota… os duendes nem têm idade…»…«Pois não mãe…olha para ti!»….e quase logo de seguida…como só as crianças sabem fazer… adormeceu…mas nos seus lábios percebia-se ainda o esboçar de um terno sorriso!!!!


Queridos amigos, espero que tenham tido um Natal de Amor, Saúde e Paz….Bem hajam!














sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

A todos um Bom Nataaaaal!




Feliz+Natal%21.gif (371×250)



Queridos amigos, a Comissão dos duendes ocupa-me cada vez mais tempo e vamos mesmo fazer deste  Natal  um dos melhores Natais de sempre...para me poder entregar de alma e coração a essa missão vou ausentar-me do blogue até dia 26.



Para todos os que me acompanham por aqui e que enchem de carinho o meu coração, ficam os meus votos de Um Santo Natal a transbordar de Amor e pleno de Harmonia, Saúde e Paz!!!!

Bem hajam!!!


Grinalda-de-Natal_902196023_0364.gif (279×279)








quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

De coração apertadinho!!!!

coração+menina.jpg (318×304)

A noite foi agitada, senti-a virar na cama vezes sem conta e quando me levantei eu própria, às 4.30h para terminar de lhe fazer a mala, em breve lhe senti os passinhos leves corredor fora ao meu encontro…O dia que a P. esperava há tanto tempo, amanheceu chuvoso e através da vidraça constatei receosa o estado da rua, antevendo o estado da estrada pela qual seguiria a filhota com os amiguinhos do ATL rumo à Serra da Estrela onde passará dois dias, cheios de atividades!
Não é a primeira vez que parte em colónia e o ATL é do colégio onde sempre andou até ao 4º ano e onde continua a andar agora no regime de apoio escolar, conhece todos, todos a conhecem…e eu sei da qualidade que põem em tudo, nomeadamente na segurança…No entanto, hoje…eu e ela…estávamos mais nervosas do que o costume…vá-se lá saber porquê…ou talvez sabendo-o bem demais …do lado dela as emoções à flor da pele da pré-adolescente em que está a tornar-se cada dia que passa, o conhecimento de si e dos outros a perceção de muitas coisas novas e outras que o não são, mas vividas nesta fase com mais intensidade «agora apercebo-me melhor que as pessoas partem mãe…e não quero deixar nada por dizer»…confessava-me ela no outro dia, no meio de uma conversa e de olhinho brilhante, perante o meu espanto e apreensão de ver aquelas palavras, que podiam ser minhas, saírem da sua boquinha doce de menina…! Do meu lado a preocupação com o momento que ela está a atravessar, o perceber o que o contexto de doença do pai e da avó tem influenciado o seu estar e o seu sentir, o saber o necessário que é que se afaste por vezes em oportunidades como esta de passeio, mas ao mesmo tempo temendo por a ver mais emocional do que o costume…! «Desta vez quero muito ir mãe…mas também quero ficar!»… Depois de um abraço apertado apressámo-nos a terminar a mala, mesmo a tempo dela abraçar também carinhosamente o mano que, meio estremunhado, tinha aparecido na sala para se despedir e o pai que por ali também já andava há muito, cuidando dos pormenores como ele sabe tão bem…! A porta do elevador fechou-se sobre a imagem dos dois dizendo adeus à porta de casa e, já só comigo, a minha filhota empatava enlaçada em mim «Não vais só levar-me …pois não? Ficas para dizer adeus…»…«Claro que sim tolinha…alguma vez foi de outro modo???»…Na rua já o entusiasmo se apoderara dela e na chegada ao ponto de encontro juntou-se alegremente às amiguinhas, planeando mil coisas para estes dias…De repente porém vejo-a correr para mim com  ar sério «Esqueci-me do cãozinho de Inglaterra…mãe…e agora?»…O dito cãozinho é o seu companheiro de viagem…sempre que vai para longe, e escolheu-o entre centenas de outros, quando tinha ano e meio numa loja em Londres, pelo que é muito especial para ela…para além de ser uma espécie de bocadinho de casa  que leva quando viaja sem nós…« Pois foi filha»…anui sem saber o que fazer, mas sabendo que não tinha tempo para voltar atrás…«mas desta vez tens o telefone portanto está sempre muito próxima de nós…vai correr bem»…Ela voltou para as amigas…mas conhecendo-a como conheço bem via a mudança…Procurei em mim forma de improvisar a solução mas hoje não trazia fio nem pulseira…nada que lhe pudesse dar  para levar…a não ser…a não ser…o lenço que trazia ao pescoço…!E se depressa foi pensado...mais depressa foi feito…duas ou três voltas e dois nós fizeram dele uma nova espécie de animal…não me atreveria a dizer qual….mas sem pensar mais nada, ao vê-la já subir para o autocarro  gritei-lhe « P. afinal ele veio!!!» e atirei-lho pelo ar a tempo de ela ainda o apanhar…«Pois foi mãe!!!!», disse ela percebendo de imediato e agarrando a pequena trouxa junto ao coração… e feliz lá entrou finalmente, agora de gargalhada solta …!
Que tudo corra bem querida filha que te divirtas, que passeies…que arejes um pouco destes ares e venhas renovada!!!!
Eu …eu não posso deixar de ter o coração apertadinho…mas isso…isso são coisas de mãe!

Bem hajam queridos amigos!


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Muito querido pai Natal!

K8687430-13.jpg (359×360)


Querido Pai Natal
Esta é a primeira carta que te escrevo nesta minha vida que vai já longa…imagino a tua cara de espanto e a curiosidade com que lerás estas palavras…e tens as tuas e as minhas razões para isso.
Como sabes nem sempre fizeste parte da minha vida…Na minha infância o Natal começava com a preparação do Presépio…com o recolher do musgo, dos pequenos troncos que esboçariam o tosco estábulo e a escolha de lugar de cada figura que, antes de ser colocada, passava pela minha mão pequenina onde era virada e revirada, sob o olhar atento e terno da minha mãe que a explicava para mim…Nesse tempo era o Menino Jesus que me deixava os presentinhos na árvore de Natal que enfeitávamos em sua honra com preciosas…frágeis bolas coloridas e pequenas velas, cuja chama, tremelicando no alto do pinheiro, emprestando brilho e luz aos anjinhos de asas douradas, faziam as minhas delicias de menina. As prendas lembravam então as oferendas dos reis magos e só as descobria na manhãzinha do dia 25…!
Na verdade nem sei dizer ao certo quando entraste na minha vida…mas seria ingrata se dissesse que vieste estragar o espírito do Natal ou de alguma forma desviar as atenções do essencial…não, não o creio…antes vieste acrescentar mais uma vertente mágica aquele tempo tão especial, que tenho tido a sorte de ver repetir na minha vida todos os anos…!
Não me importo se a tua origem é verdade ou lenda...se vestes de vermelho há pouco tempo…nem tão pouco a razão porque o fazes…Parece-me tudo de somenos importância comparado com a magia que trouxeste ao dia e a alegria com que as crianças (mesmo aquelas de outros tempos que ainda habitam em nós),vivem tudo o que te diz respeito…!
Foi-me fácil aceitar-te, sem esquecer o importante da celebração, foi-me fácil aceitar-te sem substituir valores ou tradições…sem esquecer que o que  celebramos é Jesus e a mensagem que nos deixou…de esperança, amor, alegria e solidariedade…como poderia esquecê-lo???
Assim em paz contigo, deixei-te entrar no imaginário dos meus filhotes que têm tido contigo uma relação muito mais próxima do que eu e usufruído dela ao limite…Este ano passaram já da fase do acreditar… para a do querer acreditar…que é no fundo aquela em que me encontro eu própria e a tua garantia para o futuro…Quando o acreditar em ti é uma vontade e uma escolha estás garantido…!!! Mas lembro com muito carinho a carinha deslumbrada da P. no seu primeiro Natal…de bracinhos estendidos para a estrela balouçante lá no cimo do pinheirinho… ou momentos como aquele em que há dois anos atrás os guizos das tuas renas se fizeram ouvir bem pertinho da minha janela logo seguidos do grito entusiasmado do F. «É mesmo verdade … é mesmo verdade!» …E tantos… tantos outros que me aqueceram o coração…e em que estando presente fizeste a tua parte…!
Sabes…ao contrário do que estarás a pensar…não comecei esta carta para te fazer um pedido…tenho três muito importantes…Saúde, Amor e Paz, mas perdoa não os fazer a ti…já fizeram parte da minha conversa com Jesus…De ti espero apenas, que embora não seja meu costume deixar-te leite e bolachas, embora a nossa lareira seja pequena para que por lá entres, embora te vejas por certo obrigado a parar o trenó em frente da janela da sala e a entrar por ela para deixar os presentes…não deixes de passar por nossa casa com o teu… ho ho ho mais sonoro…os teus guizos mais vibrantes …não deixes de te fazer notar neste Natal que para nós será diferente e especial…Perdoa se por aqui organizei uma comissão de duendes para reforçar a magia …(este ano precisamos de toda a ajuda),mas acredita que são duendes empenhados e que em nada ficam a  perder com aqueles que contigo habitam na Lapónia….ficarias orgulhoso deles tenho a certeza!
Obrigada pelos momentos maravilhosos que já nos proporcionaste e cá te esperamos de braços abertos mais uma vez!!!!

Maria


Bom dia bem hajam e Boas Festas queridos amigos!!!!!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Organizar especial Natal !!!!

donadecasa01.jpg (269×257)



Pois é descobri que esta coisa da organização ganha especiais contornos nesta época...Um dia destes ainda vou ser como a "pequena" da imagem e dominar em perfeito estado Zen as várias áreas da minha vida...mas não aconteceu ainda a semana passada, em que pouco a pouco o espírito de Natal foi invadindo as nossas vidas e as nossas almas....e portanto, o que vos tenho a contar por aqui em mais uma pequena "sessão" do prometido é devido, no que toca às melhorias que propus implementar na minha qualidade de vida, não é, no que se refere à organização e arrumação um caso de verdadeiro sucesso...Não que tenha parado ou desistido (conheço mal essa palavra, de tão teimosa que sou), mas no turbilhão de coisas que aconteceram durante a semana, as rotinas foram a minoria e os imprevistos e as ocasiões especiais a maioria...Foi impossível manter o ritmo de organizar cada dia um pouco mais e quase impossível manter o que já estava organizado...Espantoso como o que tanto demora a por em ordem volta depressa à desordem...E se me decido por um empate a 0, Casa 0-Maria 0, é apenas porque de fato ainda me debati fortemente contra o inevitável...Arrumei e desarrumou-se...arrumei e desarrumou-se...arrumei e desarrumou-se...não arrumei e desarrumou-se mais...! Como tal peguei na regra de ouro de não me culpar daquilo que não depende só de mim, ou daquilo que em algum momento não posso mudar....e optei por não perder tudo e focar-me apenas em manter o que tinha conseguido...e assim foi...não avancei mas mantive...E está decidido... vou regozijar-me com isso...festejar como se de grande vitória se tratasse.....ignorar os ruídos de quase selva que me parece ouvir no corredor quando passo à porta do escritório (zona mais problemática da casa onde tudo vai parar), e pensamentos sobre que tipo de catana terei de usar para desbravar caminhos quando lá quiser entrar...vibrar muito com as festinhas de Natal da P. e do F., e seguir de sorriso nos lábios para a próxima reunião dos duendes de Natal...Aí trabalha-se afanosamente, cantando e rindo muito...e parece-me que esse é o trabalho mais adequado para esta época...!
Um dia destes vou dominar totalmente todas as áreas da minha vida fazendo aquilo que destinei fazer em cada uma, tal e qual como tinha pensado e no dia que tinha pensado...Um dia destes vai ser assim... mas ainda não foi desta  e sabem que mais??? Não me arrependo nada!!!!

Bem hajam queridos amigos sejam muito felizes e aproveitem bem esta época...é mágica...é especial...é única!






sábado, 14 de dezembro de 2013

Bom dia, bom dia, bom dia!!!!

tumblr_lqoz3bkLUy1qep40ko1_500_large.jpg (500×375)

E para todos fica o meu Boooommmmm Diaaaaaaaaaa! Lembrem-se de que o momento é hoje...não se esqueçam de ser Muiiiiiiitoooo Felizes e de incluir uma estrondosa Alegriaaaaaa no vosso diaaaaa!  Eu??? Eu vou até ali usar toda a minha magia e fazer o mesmo......Fuiiiiiiii!!!!!!!!

Bem hajam queridos amigos companheiros de viagem nesta aventura da vida!


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Os duendes do Natal!

duende+de+natal2.gif (221×222)

l
«Este Natal vai ser tão diferente mamã…»…de olhinhos brilhantes a P. abraçava-me fortemente e o seu coraçãozinho, junto do meu, contava-me sem palavras os segredos guardados das suas preocupações …e eu também sem palavras quase, revia em cada uma delas as minhas próprias…Sim este Natal vai ser diferente e eu, tanto como ela, temo que essa diferença  se note demasiado pela negativa, afinal muitas coisas se tornaram evidentes para os meus filhotes  ao longo deste ano…e a doença do pai e da avó, com as suas limitações, determinam mudanças radicais também nesta época…E nestes pensamentos, quase soçobrava  também eu na tristeza e nos medos, esquecida da minha pequenina enroscada nos meus braços à espera que eu negasse os seus…! Despertei a tempo porém, e olhando-a bem nos olhos para que visse a verdade nos meus, contei-lhe qual iria ser o nosso segredo este Natal…«É um Natal diferente sim minha querida….mas temos tanto a agradecer…temos tanto a aprender….temos tanto que fazer para virar essa diferença a nosso favor…que….vamos precisar de formar uma equipa secreta de duendes de Natal para dar uma ajuda  e tornar o deste ano um dos  mais especiais de todos …! «Duendes do Natal mãe?»…os seus olhitos alegrando-se forçavam já o sorriso dos seus lábios….por certo habituada já às minhas ideias um pouco estranhas e a preparar-se para mais uma (adora-as todas..tão parecida comigo a minha menina…«Sim duendes de Natal P….não sabes o que são????» brinquei...« Sim mãe…mas que duendes?»…« Estás a olhar para um…eu estou a olhar para outro e tenho a certeza que se procurarmos bem na sala vamos encontrar o terceiro»…«Nós e o F. mãe?»…« hum …hum! » acenei  misteriosamente enquanto magicava o resto do plano…! «Vamos juntar-nos os três e sem ninguém saber dar uma ajudinha para que este Natal seja muito… muito feliz, para lembrar para sempre!!!…Cada um vai dar uma ideia...que juntos vamos por em prática…e quem sabe assim introduzir novas tradições para o comemorar»…e ela que não precisa de muito para se entusiasmar e entrar na magia já saltava de olhos brilhantes agora de alegria…«Boa mãe…podemos ensaiar canções de Natal para cantarmos juntos…eu e o F. tocamos também a acompanhar …e ….e …podemos surpreender a avó e o pai …com lugares especiais à mesa…e podemos decorar cada lugar da mesa de maneira diferente dedicado à pessoa que se vai sentar lá…e…e…e…talvez um  azevinho bem no meio da sala???? Assim todos se terão de beijar quando por lá passarem….Ah e na chaminé vou pôr…» e enquanto eu ria já sem conseguir interromper ou responder àquele turbilhão de ideias já ela gritava « F.!!!! F.!!!! anda cá depressa a mãe e eu temos uma coisa para te contar»…E em breve, de rompante entrou no quarto…o terceiro duende…!

 E sim este Natal vai ser um bom Natal! E quem sabe será lembrado para sempre como o ano dos duendes….!


Bom dia querido amigos e bem hajam!




quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Macdonalds, ainda a polémica!

JamieOliver2_lead.jpg (400×300)


Jamie Oliver, o mediático chef britânico,  que todos conhecemos de programas televisivos ou publicações, ganhou em tribunal à Macdonalds, numa contenda que os opunha desde um programa em que há um ano atrás, Oliver exemplificou o processo de fazer hambúrgueres da dita marca.

Era apontada a má qualidade da carne utilizada, normalmente indicada para comida de cão, mas aproveitada pela Macdonalds para hambúrgueres depois de “tratada”, centrifugada e lavada com hidróxido de amoníaco para o seu preenchimento.
As duas questões principais saltam à vista, a má qualidade da carne e a utilização do hidróxido de amoníaco que é nocivo à saúde.

Não sou especialmente fã de Jamie, embora lhe reconheça mérito em algumas lutas travadas em Inglaterra contra o fast food, nomeadamente a campanha empreendida nas escolas contra a alimentação massificada dos refeitórios, baseada em produtos pré-cozinhados onde abundam fritos e gorduras, não esquecendo no entanto o que estas investidas contra grandes marcas, como a Macdonalds lhe trazem de fama…!
Neste caso específico porém não posso desvalorizar o fato de nesta luta de David e Golias, ter saído vencedor…Dá que pensar!!! Assim como a Macdonalds ter anunciado já, embora recusando a ligação com a sua derrota em tribunal (pois….!), que vai mudar a receita dos hambúrgueres.



 mcdonalds_fastfood_1392555c.jpg (460×288)

Ao que parece outras marcas como o Burger King já teriam deixado de lado a utilização do hidróxido de amoníaco, e a sua utilização não está confirmada na Macdonalds de todos os países, mas o que me preocupa são as certezas reveladas e as dúvidas levantadas por este caso em relação à realidade da nossa qualidade de vida enquanto consumidores.

Muitos outros produtos são fabricados com recurso a hidróxido de amoníaco, mas como as suas substâncias são consideradas «componentes legítimos em produção», os fabricantes não são obrigados a informar sobre o seu uso e como tal...nunca o saberemos!!!!
Por outro lado quantas outras substâncias perigosas ingerimos diariamente nos alimentos que consumimos sem que façamos a mínima ideia de que o estamos a fazer???? E o que podemos fazer quanto a isso???

Quanto ao Macdonalds…por aqui costumamos ir apenas de vez em quando, nos dias em que por exemplo vamos ao cinema, portanto não é uma coisa regular, mas é divertido e os miúdos gostam…Fiquei porém sem vontade de por lá passar nos próximos tempos…ou enquanto me lembrar...mesmo com a nova receita....!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!








segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Carta aberta à minha balança


131013300328.jpg (241×296)

Querida balança
Não posso dizer que a nossa relação tenha sido das melhores ao longo dos anos…tu sabes porquê…mas não te guardo mágoa de nada…sei bem que refletes apenas os meus comportamentos, e as minhas escolhas e que não posso portanto acusar-te de nada…!
Quero antes encarar-te como uma companheira de luta, em vez de inimigo a abater, os verdadeiros inimigos são as minhas más escolhas e são essas que tenho de combater…quero passar a olhar-te sem medo e com orgulho daquilo que mostrares por ser fruto da minha mudança e resultado do meu esforço…!
 Não esperes contudo mais atenção…porque não…não vou dar-ta …uma das coisas que aprendi foi que não interessa as vezes que nos pesemos…o peso apenas descerá quando tiver de descer… e andar constantemente a verificá-lo só cria o desânimo, aumenta a pressão e a ansiedade que decididamente não quero no novo caminho que empreendo.
Não esperes também resultados rápidos fantásticos, estrondosos…sei que os consigo se os quiser…e tu também…já vimos isso muitas vezes… e também ao que isso leva mais à frente. Não…desta vez vais ver pequenos, mas regulares avanços, espreitados em ti apenas mensalmente…Toma atenção à minha cara satisfeita nessas alturas porque estarei a regozijar-me com essas pequenas vitórias como outrora  me alegrei com outras maiores mas ilusórias…!
Agora um segredo… Sabes que já comecei???? Sim sem te dizer nada …sem te consultar sequer…vá não faças cara feia…já te expliquei porquê…optei nesta fase por retirar das minhas compras todas as coisas que sei que só me fazem mal e acabariam comidas apenas por mim…Aumentei o consumo de legumes nas refeições principais, em sopa ou acompanhamento, o de água e o número de pequenos lanches de forma a que nunca passe mais de 3horas sem comer...retirei a fruta das refeições e integrei-a nos  lanches...diminui um pouco as porções nos pratos. Mas o pequeno almoço continuo a tomar à minha maneira, substancial e variado!
Pronto confesso…ainda não comecei as caminhadas…não consegui ainda inseri-las nos meus dias tão preenchidos, num contexto tão adverso que não domino completamente, cheio de imprevistos…mas nada de culpa…nem ansiedade por causa disso…lá chegarei!
Preciso de perder uns bons quilos…mas agora não vou pensar nisso, vou de 5 em 5 pelo que a meta inicial é mesmo essa e sem limite rigoroso de cumprimento, desde que se verifique uma redução regular e consistente.
Se já vejo resultados depois de duas semanas???? Pois diria que sim pela forma como sinto assentar a roupa…mas não, não vou confirmá-lo contigo…só quando fizer um mês de mudança!!!
E vá lá não leves a mal…é que desta vez não estou a fazer dieta…simplesmente estou a optar por uma vida mais saudável e quero que os hábitos que agora implemente cheguem para ficar!!!
Eu acredito que este é o caminho!
Até breve então, e que a partir de agora possamos ser grandes amigas…Que dizes?
Maria

E aqui vai mais um post dedicado aos que me têm perguntado como vão andando as minhas decisões de mudança…prometido é devido e sim vou dando conta uma vez por semana dos avanços ou recuos nas diversas áreas em que propus introduzir novos comportamentos e implementar novos hábitos.

Um fantástico dia e uma fabulosa semana para todos queridos amigos.
Bem hajam!!!





domingo, 8 de dezembro de 2013

Bom dia amigos!

293501_164401763635930_116920738384033_354114_5711195_n_large_thumb.jpg (240×200)

Bom dia amigos queridos, para todos um magnífico domingo estejam onde estiverem...façam o que fizerem...!!! 
Prontinhos para usufruir deste dia???? Prontinhos para fazer dele um dia muito feliz??? Prontinhos para sorrir  e ganhar forças para a semana que aí vem???? Então vamos lá...!!!

Bem hajam!

sábado, 7 de dezembro de 2013

O meu céu estrelado!

estrela-ve-de-dia-e-a-noite-ceu-noturno-estrelado.jpeg (590×400)

Hoje vou por minha mão desenhar o meu céu...imaginar os planetas das minhas galáxias...viajar na cauda dos meus cometas...pintar de mil cores as mais longínquas e misteriosas nebulosas...!As estrelas...ah essas vou colocar uma a uma ...um segredo por cada uma....no sonho do meu céu estrelado!!!

Boa noite e bons sonhos queridos amigos



sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Rubens, Brueghel e Lorrain, o Prado em Lisboa!


1396991_10151547741552609_1553842667_o.jpg (851×315)

Rubens, Brueghel, Lorrain. A Paisagem do Norte no Museu do Prado é o nome da exposição que inaugurou no passado dia 3 no Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa, no qual ficará patente ao público até dia 30 de março de 2014.

Primeira ação resultante de um acordo histórico entre o MNAA e o Museu do Prado, no sentido da realização de projetos conjuntos, a exposição sob a temática da paisagem no séc. XVII, apresentada aqui nas várias tipologias surgidas na Flandres e na Holanda, é uma excelente oportunidade para conhecer ou rever 57 obras de autores de exceção.

2-PETER-PAUL-RUBENS-e-JAN-BRUEGHEL-O-VELHO-Visão-de-Santo-Huberto.jpg (500×354)
A visão de Santo Huberto de Rubens

Embora a paisagem não seja o meu género preferido no que se refere a alguns destes autores em específico, a visita valeu sem qualquer dúvida a pena pela qualidade das obras e pelo mérito da iniciativa...!!!!

E por isso esta é a minha sugestão de passeio para este fim de semana...sim eu sei temos muito que fazer e o Natal está à porta....a tendência é que rumemos aos centros comerciais e nos dediquemos às compras...mas por uma vez vamos lá inverter a tendência, valorizar a cultura e passar algum tempo de qualidade no museu.

Garanto que não vão arrepender-se!

E que o dia vos continue a correr bem! Bem hajam!






Madiba, nunca o adeus!

945627_640525432640935_2027512311_n.jpg (471×457)

Um homem inesquecível,  um homem incontornável, um homem que fez a diferença, entre os seus, no país  e no mundo...alguém que por certo cumpriu por completo a sua missão na Terra...!

«Sou capitão da minha alma» dizia...ah se todos nós quiséssemos ser capitães da nossa...quanta diferença poderíamos por nossa conta fazer....!

Por isso....Madiba...obrigada e nunca o adeus!!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos


quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

O meu tempo!

tempo666.jpg (450×302)

Não gosto quando me dizem «são coisas do teu tempo» referindo-se ao passado...como se por lá tivesse ficado presa em misterioso limbo! Não gosto pronto!!!!
Fique portanto dito que....
O meu tempo é o passado e o agora...amanhã...futuro fora...até à hora de ir embora...seguir viagem...partir!

Este é o meu tempo...o tempo de hoje é meu!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Uma boa lição!!!

idosos_1.jpg (683×445)

Não se pode dizer que ontem o dia me tenha…nos tenha… corrido bem…na verdade um revés numa vitória recente na saúde do maridão, as previsões de muitas lutas de novo a travar, vieram ensombrar o dia, mas disso não falarei agora...os próximos avanços serão no início de janeiro, depois dos anos do F., a pedido do pai, e como tal vamos viver esta quadra com toda a entrega de que formos capazes e fazer dela uma fábrica de memórias inesquecíveis para o nosso baú de tesouros…estamos decididos e somos teimosos...todos!!!!
Não foi no entanto na melhor das disposições (mea culpa, mea culpa), que entrei hoje na farmácia para comprar a medicação nova…de olhos no relógio a pensar nas horas de entrada no trabalho e no muito por fazer acumulado de ontem, deparo com uma farmácia apinhada de gente…réplicas fiéis de mim própria...cara fechada…olhos no relógio…suspiro pronto a cada hesitação dos empregados que atendiam ao balcão…Preparei-me para a espera e os meus olhos iam saltando pela bancada nos pontos de atendimento, a ver se a coisa se despachava…De repente…mesmo à minha frente, as vozes elevaram-se um pouco e chamaram-me a atenção…a funcionária atendia um senhor já muito idoso…boné na cabeça…o brilho dos olhos e o animado tom de voz contrariando as pernas dobradas e a bengala usada encostada ao balcão…« Pois é mesmo assim menina …eu não vou dar trabalho a ninguém…já tratei de tudo….levam-me quatrocentos contos para me levar para lá…dois mil euros» emendou, não querendo que ficassem a pensar que não sabia quanto era…«Estive 59 anos em Lisboa» continuou perante o ar um pouco enfadado de quem o atendia « mas para isto vou ficar à minha terra…já lá comprei a “quinta” no cemitério…é para lá que eu vou..»…«A sério…menina pode acreditar», olhei à volta…já ninguém olhava para o relógio ou suspirava na fila…a conversa, pelo inesperado, prendera a atenção de todos…mas indiferente ao que o rodeava o senhor lá continuava cada vez mais animado  « nasci minhoto, morro minhoto..tenho lá os meus todos…pai , mãe, tios, irmãos…que Deus os tenha…bem irmãos pela graça de Deus só ainda lá está um...Fico lá ao pé deles qu’é para eles me ensinarem o que hei-de fazer e não haver dúvida …que eles já têm experiência»…e a sua gargalhada sonora…vibrante…castiça…cheia de vida  numa conversa de morte…encheu o espaço embatendo um pouco em todos nós que já sorriamos…aliás por esta altura já eu estava capaz de o abraçar e tentava a todo o custo reter cada palavra, a pensar nesta partilha convosco…A conta estava finalmente feita e o senhor N. (a partir de metade da conversa tínhamos-lhe percebido o nome), pegou na bengala, ajeitou o boné…e lançou para todos com um gesto maroto…« Que tenham um bom Natal…tenho tudo pronto há quatro anos…mas ainda espero chegar ao Natal» e devagar …sozinho nas suas dificuldades grandes em andar saiu…mas quanto se cruzou comigo junto à porta ainda lhe vi o sorriso…de quem não teme a morte, mas também não teme a vida!!!
Eu, por mim, já tinha ganho o dia…obrigada senhor N. , que sei nunca lerá este post, pela lição de vida...Nunca me apanharão, creio eu,  em preparativos antecipados para a minha morte, por mais anos que viva…mas quero muito saber contar com ela como fim natural que é...falar do assunto com humor…ao mesmo tempo que…sem desistir de nada… sorrio para a vida e continuo a lutar por ela…!


Bem hajam meus queridos amigos e bom dia!



segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Um Natal por dia!

decoracao-arvore-natal.jpg (320×256)

O Natal chegou este fim de semana para nós e, como por magia, fomos invadidos pelo espírito que no meu caso e contra o costume continuava a faltar...Tínhamos combinado montar a nossa árvore no domingo...mas na verdade apercebemo-nos que tínhamos duas árvores para montar...A minha mãe sempre adorou esta época e é responsável por ter passado esse entusiasmo, ano após ano, a toda a família...há mais de vinte anos que as comemorações de Natal se fazem em minha casa, mas nunca ela deixou de decorar a sua, mesmo em anos em que se sentia doente ou passávamos por problemas mais complicados...Este ano infelizmente não podia fazê-lo...mas decidi que isso não seria impedimento e que este ano como os outros a sua árvore seria montada...Assim eu e os meus duendes do Natal, a P. e o F. rumámos a casa da avó...!
Pensava que ia ser uma tarefa difícil porque de fato aquela árvore tinha sido sempre apenas feita pela minha mãe e agora com as mudanças que a sua doença acarreta achava que não ia encontrar nada e ia ser uma confusão...Enganei-me redondamente...! E o que podia ter sido uma coisa triste transformou-se numa experiência inesquecível para todos nós...As hábeis mãos da minha mãe foram substituídas pelas pequenas e inexperientes mãos dos netos...mas sob as indicações dela...a árvore nasceu e cresceu linda...o velhinho anjo feito por mim há milhares de anos e arranjado por ela há outros tantos, foi colocado como sempre sobre o relógio da sala...as janelas ganharam corações resplandecentes (como os nossos naquele momento), e apoiada em mim a minha mãe que, ainda não consegue andar...conseguiu chegar ao hall para ela própria decorar a entrada...Abraços, mimos e risos dominaram a tarde e quando acabámos...os nossos corações transbordavam de amor e afinal é disso que trata o Natal...Descemos a escada a quatro e quatro falando os três ao mesmo tempo e preparámo-nos para entrar no carro para partir...uma janela abre-se e o meu pai aparece para dizer «Esperem...a tua mãe vem dizer adeus»....e esperámos... eu já sem conseguir evitar as lágrimas....uma vida inteira me voltei para dizer adeus à minha mãe quando saia e uma vida inteira lá estava ela para me acenar...tem-me custado horrores nos últimos seis meses olhar para a janela vazia à saída...Mas naquela tarde a minha mãe conseguiu levantar-se e lentamente, com ajuda chegou à janela e cumpriu o ritual de sempre...obrigada querida mãe por isso...e por tudo...sempre...!
Já no carro, de volta a casa pensava na nossa árvore por montar e na reação dos miúdos «Não sei se teremos tempo de montar a árvore grande hoje» comentei...«Não faz mal mãe» retorquiu o meu filhote «Hoje já tivémos um Natal »!
Assim...temos ainda uma árvore por montar, mas finalmente o Natal no coração!

Bom dia e bem hajam meus queridos amigos!




domingo, 1 de dezembro de 2013

Só o que apetecer!!!

fernando+2.bmp (400×248)

Hoje deixo-vos com Fernando Pessoa..."ai que prazer não cumprir um dever"...afinal  simplesmente fazer o que nos apetecer....parece o mote certo para  um domingo...mesmo que seja um livro que nos apeteça ler sem que tivéssemos que o fazer!!!!

Bom dia bem hajam e façam deste dia mais um dia feliz!


sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Prometido é devido!



vintage+ironing+housewife+tired.jpg (320×314)

E como tinha prometido, cá estou eu a dar-vos conta dos meus avanços na organização de algumas áreas da minha vida em que preciso urgentemente de melhorar...e para isso nada melhor do que a uma sexta feira…já que pelo fim de semana dentro pode ser que se arranje um bocadinho para fazer um pouco mais…!!!
Se avancei ???? Simmmmm!!!!! Se segui pelos caminhos que fazia supor o meu últimos post sobre organização (ou necessidade dela)???? Nãoooo!!!!! Mas como uma das minhas decisões era não me culpar de nada e celebrar cada vitória, por pequena que fosse, como se não houvesse amanhã, considero que na semana que passou o resultado do meu confronto com as tarefas da casa foi Maria 1- Casa 0!!! Eyeeeee!!!! E outra vez Eyeeee!!!!!
Passo a explicar…a minha intenção era mesmo, depois de ter arrumado os roupeiros, passar para gavetas e brinquedos nos quartos dos miúdos, se bem estão lembrados…mas na verdade, a necessidade de manter o que tinha arrumado levou-me por outros caminhos em direção a uma montanha com vida própria que cresce no meu escritório (aspiro há muito tempo por o transformar num espaço muiltifunções mas isso é outra história), a roupa lavada…e por passar a ferro…Nem vos vou dizer quantas máquinas de roupa faço por semana…bastará lembrar que somos quatro, dois dos quais crianças com atividades desportivas várias ao longo da semana…!
A minha luta com esta montanha não é de agora e por vezes até me tenho convencido que a coisa está dominada…mas nãoooo!  De fato não gosto de passar a ferro e uma das coisas que me assusta por exemplo nessa especial tarefa é o pouco que evoluiu ao longo dos anos e as parecenças que encontro entre mim e a menina da imagem lá em cima…Pronto está bem não sou loira..e sim concordo não sou magra…e tudo bem o meu ferro é a vapor  e a minha montanha de roupa muito, muito maior…Já o seu olhar perdido a atirar para o desesperado…o seu evidente estado de cansaço e aborrecimento são fiéis cópias do meu estado físico e mental no desempenho de tal tarefa…Mas havia que vencê-la e assim foi!
Ao longo da semana derrubei aquela montanha e não deixei que se acumulasse roupa para além da base do cesto…deixei-me de complicações e definitivamente de passar toalhas o mesmo acontecendo com tudo que seja feito de material que não necessite de ser engomado (nas últimas compras tive em conta este fato e os pijamas dos pequenotes são todos de lavar secar e guardar)…continuo a passar os lençóis porque senão não consigo dormir neles, mas tenho alguns de inverno de um material que não precisa dos cuidados do ferro…eu não gosto deles mas os miúdos adoram, por isso é ouro sobre azul…Comecei a ter cuidado para não encher demasiado a máquina de secar, e esticar bem tudo o que estendo ao ar, de forma a que as coisas não fiquem demasiado amachucadas…assim que  estão secas são de imediato dobradas e seguem para armários e gavetas…transportadas de preferência pelos seus próprios donos  que o envolvimento dos habitantes da casa nas suas tarefas faz parte integrante da vitória da semana. Costumava guardar as tarefas relacionadas com o tratamento das roupas para o fim de semana…mas descobri que alguns minutos dedicados a isso todos os dias fazem milagres e não pesam praticamente no trabalho doméstico diário. 

Ao longo da semana descobri ainda outras coisas:

021126840-fmm00.jpg (595×424)

Há quem esteja com muito mais problemas nesta questão de passar a roupa do que eu!!!!


tabua-de-passar-roupa.jpg (629×550)

Não estou assim tão desesperada no domínio do ferro e da tábua de passar…e por isso esta não é solução para mim!!!!

E…bom vou-me ficar por aqui…se fiz mais avanços ???? Sim!!!! Mas por hoje basta…com este tamanho de texto não há quem aguente e muitos de vocês nem com muito boa vontade chegarão ao fim!!!

Bom dia e bem hajam!!!!!

Ok...toca a parar tudo!!!!!Acabei de escrever um post sobre passar a ferro??? Oh meu Deus…o mundo está perdido!!!!



quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Fada do lar??? Meeedo!!!

vintage+ad+1950's+uk+stor-mor.jpg (350×347)



Fada do lar era o nome de um livro que a minha mãe tinha em casa, comprado antes de casar...lembro-me de em miúda folhear cada página com interesse…para tentar perceber de fato de que fada se tratava…e confesso que, embora ainda hoje o mundo mágico de duendes, unicórnios e fadas me fascine…nunca fui atraída por essa em particular…talvez porque por mais que procurasse não lhe encontrava as asas…e uma fada sem asas não é uma fada…não concordam????
Falando de uma forma mais pragmática sou de uma geração que definitivamente deu o salto para o mundo do trabalho, da independência e da igualdade na mulher…Com possibilidade de seguir os estudos e escolher o curso que queria, os meus sonhos voaram muito para além da casa, onde esperava poder garantir ajuda na concretização das lides domésticas que aprendi a fazer porque sim, que esperava usar quando fosse necessário mas não por obrigação diária ou de forma exaustiva… E de fato durante bastante tempo assim foi. Olhando para trás agora, dá-me vontade de rir pensar na ajuda que tinha quando era casada sem filhos e depois separada e sozinha e a que tenho atualmente,  mais de vinte anos mais velha, de novo casada e com dois filhos pequenos…agora não tenho nenhuma!!!
E não…não vou dramatizar…a maioria dos portugueses desceu muito o seu nível de vida nos últimos anos, pelo que estou acompanhadíssima e depois fiz opções...por enquanto ainda as pude fazer…coisa que já não acontece com muitos neste momento (e provavelmente não acontecerá comigo depois dos novos cortes anunciados)…Optei pela educação dos meus filhos no sentido lato da palavra e continuarei a fazê-lo enquanto conseguir!
Assim, e por isso, vi-me obrigada a reformular a minha logística pessoal e incluir todas as tarefas domésticas naquela espécie de segunda vida, que começa depois do dia de trabalho...como fazem aliás tantas mulheres desde sempre…continuo a lembrar…não é um drama…mas não vou dizer que, embora  organizar e criar um lar confortável e funcional para os meus, me entusiasme  e motive…essa é a minha grande vocação ou determinante talento…Não...não é...em definitivo! O que não quer dizer que não tenha enorme prazer em receber os amigos e cozinhar para eles, planear e organizar tudo o que é festas de família que há  mais de vinte anos se comemoram em minha casa com tudo a ser feito por mim…Mas cá está…gosto de momentos especiais…já as rotinas diárias mesmo sabendo que são necessárias e essenciais me deixam a pensar em tantas coisas mais interessantes que teria para fazer…!
Talvez agora percebam um pouco melhor a pessoa que há umas postagens atrás iniciou um processo de reorganização da casa e de alguns setores da sua vida em que entendeu poder e dever melhorar, recuperando do período de alta  instabilidade do último ano…E quando faço um coisa faço-a por inteiro não sei entregar-me pela metade…Logo…se é para ser uma fada do lar garanto-vos que de uma ou outra maneira vou ganhar as minhas asas…e se não nascerem por si…faço umas eu própria e juro que as colo nas costas!


Admito…é verdade….só de pensar em fada do lar de imediato me ocorria...«meeeedoooo!!!»...Mas vejam lá como as coisas são… um dos meus  melhores talentos é precisamente enfrentar o medo…..e vencê-lo!!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos…notícias dos meus progressos naquilo que me propus...ainda esta semana prometo…!








terça-feira, 26 de novembro de 2013

Obélix e a síndrome misteriosa!!!

Obelix1.png (186×286)


Pois não…não venho falar de banda desenhada embora goste muito… e desta em particular! Também não me vou servir de Óbelix para dar o mote e falar sobre peso ou peso a mais…na verdade acho que isso nunca impediu o nosso gaulês de alcançar as suas vitórias e, aqui para nós, acho-o um verdadeiro charme se me esquecer da sua obsessão por assado de javali!!!
Hoje quero falar-vos da síndrome de Obélix…O quê???? Não me digam que não sabem o que é!!!....Não??? Não mesmo??? Está bem…eu explico-me melhor! Reparem bem na imagem e tentem  lembrar-se  das outras vezes que  vimos o nosso amigo, no decorrer das suas fantásticas aventuras, a passear de menhir às costas…estão a lembrar-se?...Muitas não é verdade?…Volta não volta, lá está ele...como se fosse sua missão carregar o que houver para carregar, pese o que pesar, custe o que custar, seja sua ou não a obrigação de carregar!!! E atentemos no fato de que um menhir, é muita pedra e coisa para pesar muito mesmo… sem contarmos sequer com a carga mística que lhe é inata….!
Pois eu conheço pessoas iguaizinhas ao Óbelix…interiormente claro, por que na verdade podem ter qualquer aparência ….altas, baixas, gordas, magras, frágeis, fortes, escanzeladas ou musculadas…uma coisa as une porém…a certeza de que são elas que têm de transportar nos ombros…às costas …ou onde conseguirem … os problemas, as tristezas, as ansiedades de todos os que as rodeiam, a carga que têm para si…mas também as dos outros…e quase  sem perceber passeiam-se penosamente pela história da vida com um peso suplementar que tende a esborrachá-las contra o chão, aniquilar-lhes a alegria e tirar-lhes o folgo para avançar no seu próprio e único percurso…! Tentam fazê-lo com um sorriso nos lábios…porque na verdade…são pessoas de bem …irão até onde conseguirem porque acreditam estar a fazer bem... mas com o tempo o sorriso murchará  e os passos ficarão lentos…em caminhos perdidos...então por fim esgotadas, pararão sem saber que fazer.
Se querem saber…porque o texto já vai longo…acho mesmo que, em algum momento da nossas vidas, todos nós passamos um pouco por esta experiência e, por um motivo ou por outro, acabamos enredados em coisas que não nos dizem respeito mas teimamos em resolver!  Confesso que durante muito tempo pensei mesmo que esta era a atitude mais correta…e que puxando tudo a mim ajudava os outros e que isso, por ser tão positivo para eles (julgava eu), justificava tudo o resto. Com o tempo…o tempo é tão bom mestre…com o tempo aprendi que nem sempre é assim e que por vezes substituir-nos a alguém naquilo que a esse alguém pertence, não aproveita a nenhum dos lados…Para crescermos precisamos de aprender a assumir as nossas cargas, aprender a transportá-las, ou a torna-las mais leves… a deixá-las simplesmente pelo caminho quando já não nos servem ou não precisamos delas…e isso só aprendemos se o fizermos nós!
Hoje em dia continuo a ajudar, a estar presente para os que precisam de mim, como não estaria???  Mas fiz um enorme esforço para começar a ajudar de forma diferente…como o velho ditado chinês… comecei a ensinar a pescar em vez de dar o peixe…pareço-me menos com Óbelix mas acredito estar agora no verdadeiro caminho…!


Panoramix.jpg (283×277)


Mas claro...se deitasse mão à poção mágica se calhar o caso mudava de figura!!!!!



Bom dia, bem hajam queridos amigos e desculpem qualquer coisinha (um texto longo, um pouco louco e escrito tão ao meu jeito!!!)







segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O espelho dos outros!!!

Francine+Van+Hove+espelhos+1.jpg (474×630)

Tenho para mim que somos o espelho uns dos outros e, talvez  por isso, perceba mal o que leva tantos a fingir a idade que não têm...referindo-me eu neste caso, não aos mais jovens que a aumentam para ganhar estatuto, entrar onde ainda não devem, ou comprar o que ainda não podem, mas aqueles que mal descobrem uma ou duas rugas...ou mesmo sem elas...a partir de determinada altura na sua vida começam a dizer que têm menos idade do que realmente têm....Como se só pelo fato de o dizerem a coisa se torne verdade e possam enganar o tempo, da mesma maneira que às vezes conseguem enganar os outros...E digo às vezes, porque muitas vezes o que dizem não é de todo compatível com o que os outros vêem e a coisa pode tornar-se deveras deprimente...! Não vou julgar quem o faz...não gosto de julgar ninguém...cada um terá as suas razões...eu opto por o não fazer...prefiro mil vezes que me digam que pareço mais nova do que sou...ou simplesmente não digam nada, por corresponder aquilo que era esperado, do que fiquem a olhar para mim com ar de descrédito ou de pena por ser "tão nova"...e já estar tão "estragada"!
Há uns anos atrás davam-me facilmente menos dez anos do que aquilo que realmente tinha...com o nascimento da P. parece até que rejuvenesci e divertia-me a dizer a idade...porque as pessoas não acreditavam...depois com o nascimento do F., as duas gravidezes tardias começaram a deixar mazelas...ser mãe na idade que fui é maravilhoso mas implica como calculam um enorme desgaste físico.... e nestes últimos quatro anos com as preocupações da doença do maridão, e agora mais recentemente a da minha mãe, a minha aparência tem-se aproximado da minha idade real e vamos lá a ver se um destes dias não a ultrapassa...Por enquanto continuam a dar-me menos idade...afinal olham para os filhotes e ninguém se atreve a pensar que os tive tão tarde...! Mas embora como todas as mulheres goste de ter boa aparência e bem gostasse de ter descoberto a fonte da eterna juventude, não tenho medo das pequenas rugas que agora começo a descobrir, junto dos olhos...ou da pele menos firme por baixo do queixo...para não falar em mais coisas das quais a gravidade é inimiga...Aquilo que sou é a minha história...fruto da minha genética, mas também e sobretudo muito das minhas escolhas e da minha experiência de vida...Se posso e quero melhorar partes de mim? A resposta é sim e como sabem estou a trabalhar nisso...mas conheço cada bocadinho de mim e cada um deles me conta uma história especial...não me apanharão a retirar anos à idade...e acredito que quanto mais velha for mais orgulho terei do tempo que tiver vivido. 
Lembro-me sempre da conversa que tive um dia com a minha mãe (que também nunca escondeu a idade), sobre este tema...« A dona T. antes era mais velha do que eu quatro anos...mas com o tempo tem vindo a ficar mais nova e daqui a pouco a mais velha sou eu»!, contava ela e acabámos as duas a rir...É que de fato somos os espelhos uns dos outros e além do mais não somos parvos...temos olhos e sabemos fazer contas!
Acho que definitivamente o melhor é estar de bem com a nossa idade...amar cada dia que passa...cada época da nossa vida tem as suas caraterísticas e o seu objetivo e é fantástica por isso mesmo!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!





sábado, 23 de novembro de 2013

Além de mim!



HORIZONTE.jpg (458×550)



Por vezes sou tomada por um entusiasmo de mover montanhas...de uma vontade indomável de vencer o impossível...de um desejo arrebatador de me entregar na conquista do mais belo sonho...de uma ânsia inegável de buscar o além de mim...!

E por vezes...muitas vezes...deixo-me ir e sim...faço assim!!!

Bem hajam e um magnífico fim de semana para todos queridos amigos!









sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Yesss!!! Outra vez sexta feira!

sexta-feira+12.bmp (512×561)

Epa...é outra vez sexta feira...o tempo passa a correr...parece que ainda mesmo há pouquinho por aqui desejava a todos uma boa semana e já estamos de novo de partida para o fim de semana...Olhem...fazemos assim....vamos esquecer que o tempo a correr tão depressa pode não ser uma coisa assim tão boa...vamos esquecer que hoje por acaso até temos por aqui céu carregado e cinzento...chuvinha daquela marota de "molhar parvos"...temperaturas a descer abruptamente e a deixar os menos precatados a tremer pelo descuido de algum esquecimento mais quente...trânsito caótico como em todo os dias de chuva...e um milhão de coisas mais que ocupam e preocupam as nossas cabecitas...Hoje vamos esquecer tudo isso, resgatar a alegria do verão....e fazê-la reviver no nosso coração !!!!  E se o sol não se entusiasmar e teimar em não aparecer no nosso dia, estamos autorizados a colocá-lo nós próprios no céu!!! Yesssss!  É mesmo sexta feira ...!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!





Olhem lá...

89F4D429653B2E97D262A4AD468097_h279_w430_m2_q80_cJGiHBtMK.jpg (430×279)

É impressão minha ou isto está a começar a "aquecer"???? A "aquecer" muito????

Bom dia e bem hajam!



quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A Pepsi o quê????

Pepsi-faz-campanha-triste-onde-atropela-Cristiano-Ronaldo3.jpg (418×364)

Não sou muito de marcas...nem muito de futebóis...com exceção claro de quando joga a seleção e aí torço e vibro como todos por Portugal...Mas isto não posso deixar passar em claro...como se nada tivesse visto...como se nada se tivesse passado...como se de mera manobra de marketing se tratasse e pouco me importa se o visado é o Cristiano Ronaldo ou outro qualquer (embora lhe reconheça o valor)...o que me choca é a agressividade,a hostilidade, a insensibilidade, a insensatez e o mau gosto completamente gratuitos...de uma marca cuja dimensão multiplica em muito a responsabilidade pelas mensagens passadas pela sua publicidade...Dá vontade de perguntar..Mas o que é que lhes deu???? O que lhes passou pela cabeça???Enlouqueceram de vez...??? Quem está afinal à frente daquela empresa???? Depois disto o que podemos esperar mais dessa gente, dessa marca??? E agora...fica tudo impune ??? Não há culpados nem penalizações??? Quer-me parecer que à Pepsi saiu o tiro pela culatra!!!

Pepsi-faz-campanha-triste-onde-atropela-Cristiano-Ronaldo-300x236.jpg (300×236)

De bom em tudo isto, para mim, apenas duas coisas....uma verdadeiramente importante...a reação em uníssono no mundo inteiro de choque e revolta contra a infeliz, inexplicável e inqualificável iniciativa da Pepsi...a outra muito pessoal...o fato de realmente sempre ter preferido a Coca cola à Pepsi, porque caso contrário ver-me-ia agora obrigada a deixar de beber algo de que gostava!

Bom dia  bem hajam amigos e haja também paciência!!!





quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Na cozinha...com eles!!!


bake+mae-e-filha2.jpg (320×455)

Há dois dias que, devagar devagarinho…passo a passo…em pezinhos de lã…para que ninguém verdadeiramente se dê conta…comecei a envolver a família nas metas que estabeleci para tornar a casa mais funcional e organizada, resgatando-a da confusão dos últimos tempos…! Confesso que comecei pelo mais simples…por aquilo que sabia que ia funcionar…mas isso não desmerece a coisa, que até aqui (ainda é cedo para falar eu sei) tem corrido às mil maravilhas!
Na verdade, mais não fiz do que destacar dois ajudantes muito especiais para a cozinha no período da preparação do jantar…os meus filhotes!!! Não os quero lá todos os dias…afinal esse é também o tempo que têm para estar juntos e com o pai…para aliviar um pouco da pressão do dia...para simplesmente fazerem o que quiserem ou simplesmente não fazer nada de especial … que como sabemos também é nestas idades precioso! Mas acertámos que à vez e três vezes por semana me ajudarão na cozinha e serão responsáveis pelo por e levantar da mesa..! Da mesa já tratavam de vez em quando mas sem qualquer regra!
A aderência e entusiasmo foram fulgurantes, vendo eu nas suas cabecitas a borbulhar mil planos de cozinhados complicados e grande vontade de por literalmente “as mãos na massa!”
Caprichei nos aventais que, mesmo como se impunha, lhes iam praticamente até aos pés e entrámos na aventura…escolhi, por ser o primeiro dia, pratos da sua preferência e em que a sua intervenção pudesse ser maior…e foi vê-los em grande azáfama…batendo ovos, mexendo o puré, temperando (com a minha ajuda claro) a carne, cortando a salada (ai as facas!!!),e o mais que foi preciso neste dias de “cuisine” em família…A mesa ficou sempre maravilhosamente posta e estabeleceu-se entre eles uma saudável competição do melhor serviço…no fundo a ajuda ganha traços de brincadeira e torna-se num excelente momento de família para recordar…!
Na verdade enquanto os via de aventais sujos e olhos atentos ao relógio do fogão…caritas felizes face aos resultados…completamente alheios à confusão gerada (inevitável e saudável) à sua volta e inerente à sua “eficaz ajuda”…orgulhosos ao dizer « Hoje fui eu que fiz!...Bem...a mãe ajudou um bocadinho »…quantas memórias me atravessaram a mente…Quando eu própria, bem pequena, espreitava fascinada as mãos hábeis da minha mãe a fazer pasteis…a  estender a massa…a bater os bolos…quando eu própria com farinha a sobrar do avental e gema de ovo no cabelo... experimentei fazê-los sob o olhar carinhoso dela… que fingia (como eu faço agora), que a sua ajuda era insignificante e que em nada contribuía para o mérito do sucesso…!
E nestes dias...em que memórias passadas se juntaram ao presente… contadas no meio de tachos...perguntadas ao som da colher de pau raspando na tigela (como antigamente)…sorridas em lábios suspeitamente lambuzados...gargalhadas em cada oportunidade « E entornaste mesmo tudo no chão  mãe???...e a avó..não se zangou???», soube que para mim o caminho da organização só pode passar por aqui...ser vivido em partilha...servir de pretexto para o que pretexto não precisa ...amor e mais amor...para a ternura da lembrança...para o passar do tesouro da memória....para o que de essencial tem a vida!!!

Bom dia e bem hajam amigos queridos!




terça-feira, 19 de novembro de 2013

Surprise surprise!!!

mudar-tempo.jpeg (629×349)

Querida vida

Hoje vou surpreender-te outra vez! Vou trocar-te as voltas …olhar o outro lado…seguir o caminho certo...mas só se for certo para mim!
Hoje vou surpreender-te outra vez! Vou cumprir o prometido…vou dar-me o que é devido…passar fronteiras em mim…! Sorrir do teu ar espantado…ser feliz por ter tentado…soltar amarras de ti!

Hoje vou surpreender-te sim….e amanhã…e depois…e sempre que me aprouver…como me fazes  a mim!!!


Bom dia e bem hajam queridos amigos!



domingo, 17 de novembro de 2013

Wonder woman??? Naaaaa!

wonder-woman.jpg (400×292)

Pois gostava...precisava se calhar desesperadamente nesta fase de ser a super mulher...Uau...o jeito que dava enfrentar as diversas áreas da minha vida como se do maior vilão de tratasse, saindo invariavelmente vencedora do confronto, maravilhosa e linda como nunca....Mas não...infelizmente e quer acreditem quer não (Ah, ah, ah), não vejo que tenha qualquer parecença com essa super heroína tão famosa, embora ache que no cabelo conseguiria, se me esforçasse, igualar-lhe o penteado...Os poucos por aqui (tão poucos), que conhecem a minha cara podem comprová-lo...Mas não vim hoje falar de penteados, antes dos objetivos que um deste dias lancei por aqui no sentido da mudança do meu estilo de vida e que já comecei a implementar...Precisamente porque tenho consciência de estar bem longe de ter os poderes da super mulher, resolvi na altura que para mim o sistema mais eficaz seria  introduzir os novos hábitos um a um e em pequenos passos. Step by step e devagarinho....lembram-se??? Pois de fato comecei...e comecei como me tinha proposto, por me obrigar meia hora por dia a arrumar e organizar alguma coisa todos os dias...Claro que este tempo se aplica apenas às tarefas extra e nada tem a ver com o normal funcionamento da casa, que esse, bem sabemos que tem de ser mantido custe o que custar....E bem... resultados...perguntam vocês???? Pois para mim este sistema tem sido um sucesso...por ser pouco tempo não sinto que estou a perder tempo de qualidade com a família e, por vezes entusiasmada com o que estou a conseguir, até tenho feito um pouco mais....Se a casa já recuperou totalmente do período em que quase chegou ao caos com tanta doença e imprevisto...?????Pois não...ainda não...mas se mantiver o ritmo a coisa vai...! Comecei por passar por todas as divisões da casa e retirar tudo o que se tinha por lá acumulado e podia seguir para o lixo...impressionante o que se consegue juntar em tão pouco tempo...o escritório então...em papelada superava tudo....aí tive de ficar mais de um dia porque tirar o supérfulo implicava classificar o importante e organizá-lo logo...Terminada esta fase...ao nível da organização da casa estou agora a dedicar-me realmente pormenorizadamente a cada divisão...comecei pelos quartos...roupeiros já estão...era imprescindível por afetar outras metas..preparo-me para atacar as gavetas...com gabinete de crise no que se refere à organização dos meus colares brincos e anéis ...e à organização dos brinquedos no quarto dos pequenotes! Por enquanto não envolvi ninguém nesta arrumação...preciso de estudar eu as melhores soluções...mas esse será o próximo passo!
Amanhã vou dar início a outra fase...aquela que implica tratar de mim...primeiro passo tornar a minha alimentação mais saudável, pondo em prática tudo o que ao longo da vida aprendi na luta que sempre tenho travado contra  peso...às vezes ganho eu ...às vezes ganha ele...agora está ele a ganhar e eu anseio pela batalha final da qual sairei vencedora. Não vou entrar em dietas radicais...para mim não serve...não vou desesperar-me se falhar algum dia o que me propus....sei que isso só é uma desculpa para parar com tudo e não vou cair nessa...não vou querer perder montes de quilos por mês...sei que consigo...mas também que esse é o primeiro passo para os recuperar ainda mais depressa...O que pretendo é a mudança de estilo de vida...portanto o caminho é ir introduzindo lentamente novos hábitos...hábitos com que consiga lidar e avançar à minha medida, que neste caso sei que será devagarinho mas consistentemente para resultar.
Pois...quem me dera ser a super mulher....mas naaaaa não sou mesmo!!!! O meu único poder é o da vontade...mas desta vez vou usá-lo bem!!!!
Desejem-me sorte amigos!

Para todos um bom dia e bem hajam!


sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Bom dia com asas!!!!

passaro_gaiola-imagem-httpquintaldobrasil-blogspot-com-br201107barreiras-culturais-brasileiras-1-html.jpg (588×608)

E hoje vamos por as nossas mais belas, coloridas e velozes asas...fazer do nosso dia um dia feliz e rumar à liberdade do fim de semana que transformaremos precisamente naquilo que quisermos!!!
Dia fantástico, de libertação e de encontro...Dia abençoado de paz, harmonia e amor!

Bem hajam!


quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Presos ao umbigo!!!

umbigo.jpg (400×351)

Não...não se enganaram no blogue, nem hoje vou falar de piercings (embora pudesse...está avisado que se poderá falar de tudo...bem lá no topo da página), hoje quero mesmo lembrar convosco como facilmente nos tornamos devotos adoradores do nosso umbigo, sendo por vezes o processo tão lento e gradual que, sem percebermos, acabamos presos em limitada perspetiva e já nem conseguimos olhar para outro lado...Interessa a sua forma a sua cor...se alguma borbulha aterrou por lá...se fica bem a ver-se debaixo do bikini ou se ficará mellhor ainda com tatuagem ou enfeite...! De fato, e traduzindo isto nas verdadeiras palavras, deixando de lado a ironia que até pesa em assunto tão sério...facilmente nos deixamos absorver pelo nosso pequeno mundo, pelos problemas que nos afetam diariamente focando-nos neles de tal maneira que nos é extremamente difícil perceber que ao nosso lado ou mesmo longe de nós outros problemas maiores são realidade diária de muitos... sem querer antes que os pensemos de fato, são de imediato classificados como coisas dos outros ou coisas demasiado longe de nós para nos afetarem e arrumados numa qualquer prateleira de memória de onde por vezes surgem com os medos para nos assaltar...no fundo bem sabemos que não há problemas dos outros....o que é dos outros hoje pode ser nosso amanhã...ou daqui a um breve instante apenas...no fundo sabemo-lo bem!!!! Tudo isto a propósito da enorme catástrofe nas Filipinas....milhares de pessoas mortas ou desaparecidas....milhares de famílias destruídas...imagens chocantes a entrarem casa dentro gritando das suas razões, da injustiça da incredulidade do desespero da mãe que perdeu os filhos...das crianças que choram sem família...da fome que grassa entre os sobreviventes...da surpresa terrível de tudo isso nas suas vidas e nas suas mortes...Como podemos ignorá-lo...como podemos olhar para o lado e seguir com as nossas vidas sem pelo menos refletir um pouco sobre tudo isto,solidarizando-nos com esse povo ferido, dirigindo-lhe as nossas orações e a nossa força! Quão minúsculas e longínquas ficam as nossas queixas diárias ....os nossos descontentamentos...as nossas arrelias os nossos pequenos pesares perante tal dor!!!

   
Burning-candle-flame-1359291358_76.jpg (1200×1611)

Hoje a minha proposta é que tiremos um momento do nosso dia em memória dos que morreram e na esperança dos que sobreviveram mas ainda sofrem...que acendamos as velas dos nossos corações com todo o carinho e de alma iluminada lhes enviemos a mensagem do nosso amor! 


Para todos um bom dia, e bem hajam queridos amigos que têm a paciência e o carinho de aqui passar!



























segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Para o ano vou mesmo ao Pólo Norte!!!!

2134541177_7b3d4ddbc8_o.jpg (450×338)

Bem mas este ano fui mesmo ao Continente.... e não.... não tenho nenhum acordo com esse, ou outro hipermercado. Se este vem à baila é porque teve a capacidade de me por a comprar prendas de Natal em Novembro....eu que as faço sempre mais à frente (sim eu sei que as devia fazer com calma ao longo do ano), já com o espírito de Natal a fervilhar...cabeça a mil...coração a transbordar de ternura.
Mas se o espírito ainda não se fazia sentir, e ainda aqui há pouco tempo falei sobre isso e sobre aquilo que penso do Natal e dos seus reais valores, nada a ver com bens materiais, também é verdade que crianças, brinquedos e Natal deviam poder ser designados por uma palavra só, de tal forma se fundem nessa época...!!! E se bem se lembram...eu tenho dois filhotes e três sobrinhos...ah e vivo neste país em crise e como todos os portugueses vi  nos últimos anos a minha qualidade de vida descer a níveis inimagináveis, apesar de ter consciência de que isso comparado com o que vejo à minha volta, acontecer com muitos (incluindo membros da minha família), já desempregados, é algo de que, embora me afete muitíssimo, por respeito aos que estão piores, me não devo queixar...não enquanto tiver emprego!
Assim...embora detestando confusões, resolvi enfrentar no fim de semana a campanha dos 50% em todos os brinquedos da referida superfície comercial...Tendo já vivido bastante e visto muita coisa pensava estar preparada para o que se seguiria mas nem tanto...! Cheguei cedo...chego sempre cedo...mas a fila frente à porta ainda fechada era enorme...à medida que a hora se aproximava...percebia-se o nervosismo e a adrenalina a crescer em muitas daquelas pessoas...num vislumbre repentino antecipei o que se iria passar e onde estava metida.. e subitamente mal pude conter uma enorme gargalhada...lá estava eu...sem poder fugir para trás ou para a frente...no meio do que seria uma corrida renhida até à prateleiras...e só me vinha à cabeça « se correr o bicho pega...se ficar o bicho come»!!!
Precisamente à hora a porta abriu e as centenas de pessoas que aguardavam moveram em uníssono os seus carros rumo ao interior da loja em estrondosa correria...e eu  no meio deles, sem saber se rir ou chorar, também, caso contrário ficaria por certo debaixo dos que vinham atrás de mim...Muitos tinham já partido à frente sem carro à procura sabe-se lá do quê....Depois...bom depois foi o tormento de percorrer os corredores apinhados de gente acotovelando-se, falando ao telemóvel a conferir preços, mexendo e remexendo prateleiras, enquanto eu tentava perceber se havia o que procurava e se encontrava algo que me interessasse....Em menos de nada apesar de as repositoras trabalharem sem parar, o que aumentava a confusão, algumas prateleiras estavam já vazias e então alguns, mais expeditos (conheço outros nomes mais apropriados mas o espírito de Natal impede-me de os dizer), resolveram que os brinquedos que estavam nos carros dos outros ainda eram da loja...e foi assim que me confrontei com uma senhora de aparência insuspeita já agarrada ao presente que tinha escolhido para a P. e que estava dentro do meu carro....!!!!! Devo ter feito uma cara tão feia que nem precisei de abrir a boca, a dita ao ver-se apanhada, balbuciou uma desculpa esfarrapada e desapareceu entre a multidão...!
Por fim lá consegui tudo o que queria e fugi dali o mais depressa que pude...Realmente aquele pode ser um mundo de brinquedos...mas não tem nada de encantado...e decisivamente nada a ver com espírito de Natal!   
Sim eu também lá estava...sim acredito que todos os outros, como eu, apenas queriam fazer o melhor para os seus num Natal difícil...mas nestas alturas acho que poderíamos fazer um esforço  acrescido para mostrar um pouco de civismo...afinal nada justifica tudo...! 

Acho que para o ano vou mesmo ao Pólo Norte...assim sempre vou diretamente à fábrica!

Bem hajam amigos!




domingo, 10 de novembro de 2013

A dupla viagem!!!!


 ArquivoExibir.aspx (292×292)

Hoje quero falar-vos de um livro...um livro muito especial por ter sido escrito por alguém muito especial também... Evanir Garcia de quem muito me honro de ser amiga e de quem muito prezo a amizade, que por suas mãos o fez atravessar o oceano, para chegar até mim como primeira prenda de Natal...mas amiga querida, embora nunca abra as minhas prendas de Natal antes da data...não resisti a abrir esta...e agora já nem posso dizer que é  meu livro de cabeceira porque de fato, uma vez que o comecei a ler, não parei antes de terminar...duzentas páginas devoradas de uma assentada, seguindo o incrível percurso da protagonista da história baseada em fatos reais...!!! Neste livro descobri uma nova forma de escrita que não conhecia em Evanir, habituada a ler a sua poesia, confrontei-me com uma prosa sábia, atrativa e interessante que realmente nos leva numa irresistível viagem!

A Viagem proporcionou-me ainda um conhecimento maior da sua autora, pois que é da sua vida que trata,  e considero cada vez mais um privilégio contar com a sua amizade carinho e apoio....neste momento é ela que atravessa uma fase difícil e aproveito esta oportunidade não só para agradecer a maravilhosa prenda e a doce dedicatória, mas também para deixar toda a minha força a uma mulher que é por si só também ela uma força da natureza.


Evanir para si todo o meu carinho e um dia abençoado!

E para todos os que aqui passam enriquecendo os meus dias, um maravilhoso domingo!

Bem hajam!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...